Andy Murray também desiste do ATP 250 de Brisbane

Disputado há mais de 30 anos tradicionalmente na primeira semana de janeiro, o ATP 250 de Brisbane, que anteriormente era disputado na cidade de Adelaide também na Austrália, vem sofrendo nesta temporada de 2018 com as lesões de alguns dos principais nomes que iriam disputar o torneio preparatório para o Australian Open neste ano. E o último a assumir que não irá participar do torneio australiano nesta temporada é o britânico Andy Murray, que desde a metade da temporada passada vem sofrendo com uma série de lesões.

Andy Murray é bicampeão na história do ATP 250 de Brisbane, conquistando o título de forma consecutiva em 2012, quando derrotou Alexandr Dolgopolov por 2 sets a zero sem nenhuma dificuldade e também Grigor Dimitrov em 2013, também por 2 sets a 0 embora desta vez tenha apresentado mais dificuldades.

Murray terminou o ano de 2016 no topo do ranking da ATP mas desde então vem sofrendo com problemas físicos que já o fizeram cair para fora do top 10 do ranking ocupando atualmente a 16ª colocação.

A última vez que Murray jogou em alto nível na última temporada foi em Wimbledon para tentar defender o seu título conquistado no ano anterior, mas sem nenhum tipo de sucesso nesta jornada. Nem mesmo do US Open o jogador conseguiu participar, desistindo do torneio dois dias antes do início da competição e dando por encerrada a sua temporada.

A expectativa do jogador era fazer de Brisbane o palco de sua volta ao cenário internacional do tênis, mas dores no quadril o impediram de participar da disputado ATP 250 e deixam inclusive em dúvida se ele terá condições de participar do Australian Open de 2018, torneio que irá acontecer também na Austrália mas em Melbourne na segunda metade do mês de janeiro.

Esta não é a primeira desistência do mês para o ATP 250 de Brisbane, que já recebeu as informações de que também não terá a presença em quadra do espanhol Rafael Nadal e do japonês Kei Nishikori, também ambos os casos por conta de lesões nos atletas que ainda não estão 100% após o final da última temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *