ATP anuncia o calendário para o final de 2020

O último fim de semana foi muito importante para os fãs do Tênis internacional com o retorno oficial das competições após uma longa pausa forçada por conta da pandemia do novo Coronavírus. A bolinha amarela está novamente em ação com o Masters 1000 de Cincinnati, único torneio preparatório antes do início do US Open no próximo final de semana.

Os torneios de tênis retornaram com protocolos que nos acostumamos a chamar de “novo normal”, com partidas sem público e os próprios atletas sendo os responsáveis por buscar suas toalhas para enxugar o suor, função que antes pertencia aos boleiros. Esses fatos geraram situações curiosas nas primeiras partidas em Cincinnati, com os juízes tendo que chamar a atenção de pessoas que trabalhavam na organização para que não se movimentassem durante os pontos.

Com o retorno da temporada a ATP a Associação dos Tenistas Profissionais aproveitou também para divulgar o calendário oficial dos torneios até o final do ano de 2020. Vale lembrar que o calendário ainda pode sofrer alterações caso a pandemia avance pem locais onde os torneios estão previamente agendados.

A temporada da ATP retorna com o Masters 1000 de Cincinnati e logo após as emoções ficam por conta do US Open, que nessa temporada será excepcionalmente o segundo Grand Slam do ano.

Após a realização dos dois torneios norte-americanos os principais tenistas da atualidade viajam para a Europa onde jogarão torneios no saibro como os Masters 1000 de Roma e de Hamburgo antes do torneio de Roland Garros. Após o terceiro e último Grand Slam da temporada serão disputados alguns torneios de menor importância também em solo europeu, da séries ATP 250 e ATP 500, antes do Masters 1000 de Paris em novembro.

A temporada será encerrada após a semana do dia 15 de novembro com a disputa do ATP Finals pela última vez em Londres antes de se mudar para uma nova casa.

Andrea Gaudenzi, presidente da ATP, falou em entrevista recente sobre a retomada do calendário:

– “O tênis está começando a achar um caminho de volta, ainda que tenhamos como prioridade a saúde e segurança de todos os envolvidos, nós estamos esperançosos que vamos ser capazes de manter a esses jogadores a oportunidade de produzir uma forte reta final de temporada. Eu gostaria de elogiar os torneios pela contínuo comprometimento, flexibilidade e investimento em encontrar soluções para operar as competições debaixo de circunstâncias tão desafiadoras”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *