Bia Haddad chega a final em Seul e se aproxima do top 50

A paulista Beatriz Haddad Maia, vice-campeã do WTA de Seul, na primeira final da carreira neste nível, viu a ótima campanha no torneio sul-coreano lhe dar bons frutos no ranking. Na lista desta segunda-feira, ela subiu 13 posições e agora é a 58ª do mundo, a melhor colocação da carreira até agora. Ela chegou a vencer o primeiro set mas a letã Jelena Ostapenko, cabeça de chave 1 virou e anotou 6/7(5) 6/1 6/4, após 2h15min de partida, para garantir o título.

“Foi um jogo muito duro, as duas jogaram em alto nível. A Ostapenko é muito agressiva e experiente. As poucas oportunidades que tive, eu tentei aproveitar. Em alguns momentos, ela jogou um pouco melhor, também vacilou em outros, faz parte do tênis. Hoje foi mérito dela, saquei um pouco abaixo, mas isso é o de menos. Eu aproveitei muito, a quadra estava lotada, não tinha um assento, a energia estava muito boa…”, afirmou Bia.

A brasileira agora é a quinta melhor da história do ranking, perdendo apenas da paulista Maria Esther Bueno, que conseguiu ser a 29ª do mundo na WTA, da gaúcha Niege Dias (31ª), da pernambucana Teliana Pereira, que chegou a ser 43ª, e da baiana Patrícia Medrado, que foi 48ª na lista feminina.

A canhota paulista precisa descontar 126 pontos se quiser entrar no top 50 como a primeira do país a realizar tal feito.

Jelena Ostapenko continuou na décima colocação, no top 10 da WTA permanecendo inalterado nesta semana. Uma das novidades desta parte do ranking foi Anastasia Pavlyuchenkova, a russa que com o vice em Tóquio subiu quatro lugares e voltou ao top 20, ocupando o 19º posto.

Em seguida entre as melhores do Brasil, segue Teliana, que ocupa apenas a 345ª colocação. A número 3 é a campineira Paula Gonçalves, que despencou 21 lugares e agora é a 393ª do mundo.

“Estou muito feliz, com certeza foi a melhor semana da minha vida. Isso me deixa mais motivada para trabalhar. Amanhã começa tudo de novo, já focando em Pequim. Também gostaria de agradecer a todos que sempre torceram por mim e à minha equipe, família e patrocinadores, pelo trabalho e confiança de sempre, principalmente nos momentos difíceis”, finalizou a brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *