Definidos os critérios de classificação para os Jogos Olímpicos de 2020

Estamos próximos de mais um ano olímpico e em 2020 o maior evento esportivo do mundo terá como palco a cidade de Tóquio no Japão. E pela 16ª vez o tênis será parte do programa olímpico, tendo a sua sede no Ariake Tennis Park justamente em Tóquio. E para os Jogos Olímpicos de 2020 pouca coisa deve mudar do que vimos em 2016 aqui no Rio de Janeiro.

Teremos novamente 5 chaves, masculina simples e duplas, feminina simples e duplas e ainda a chave de duplas mistas. Com isso, teremos 24 medalhas distribuídas e 172 atletas em quadra, sendo 86 homens e 86 mulheres.

Para as chaves simples masculina e feminina teremos 64 tenistas classificados em cada, com os primeiros 56 do ranking da ATP ou da WTA em junho de 2020 se garantindo no torneio. Porém, vale lembrar que apenas 4 tenistas de cada país podem disputar o torneio. Sendo assim, se houverem mais de 4 atletas do mesmo país entre os primeiros 56 do ranking o classificado será o 57º e assim por diante.

Uma novidade desta edição será a classificação de 6 representantes por continente, e nas Américas a vaga será dada aos dois finalistas dos Jogos Pan-americanos deste ano, que serão disputados em Lima no Peru em agosto. Também estará classificado o campeão dos jogos Asiáticos que foram realizados em setembro do ano passado, e o campeão dos jogos Pan-Africanos que serão realizados em Casablanca no Marrocos em outubro deste ano.

No caso da Europa e da Oceania será classificado para os Jogos Olímpicos de 2020 o melhor tenista de um dos países destes continentes que não consiga a vaga diretamente por estar entre os 56 primeiros classificados do ranking da ATP e da WTA.

Por fim, ainda teremos mais duas vagas que pertencem a Federação Internacional de Tênis, a ITF, que pode entrega-las a quem preferir. Estas vagas podem ser dadas para aumentar a representatividade e colocar em ação tenista de países que não tem nenhum classificado pelo ranking ou ainda caso um grande nome do circuito fique de fora, como algum campeão de Grand Slam, por exemplo, ou antigo campeão olímpico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *