Roger Federer abre o ano de 2018 voando

A temporada de 2018 do tênis internacional começou de maneira espetacular para Roger Federer, que venceu as suas duas primeiras partidas disputadas na Copa Hopman, competição com equipes mistas disputada em Perth, na Austrália.

Representando a Suíça em confrontos contra o Japão Federer venceu a sua partida de simples contra Yuichi Sugita e ainda venceu em duplas Osaka e Sugita junto com Bencic.

Roger Federer chega para esta nova temporada do tênis internacional como o grande alvo a ser batido no esporte atualmente, sendo que do alto de seus 36 anos o suíço pode se considerar como o melhor tenista do último ano mesmo não tendo terminado a temporada na liderança do ranking da ATP.

No geral, Federer conquistou sete títulos em oito finais disputadas durante a temporada, ficando com o segundo lugar apenas no Masters 1000 de Montreal no Canadá. Além disso, conseguiu o título de dois torneios de Grand Slam durante o ano, no Australian Open e também no torneio de Wimbledon na Inglaterra.

Por grande ironia o mais velho entre os jogadores top do circuito internacional entra em ação talvez como o único que chega em plenas condições físicas para este ano de 2018 já que Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray chegam para este início de temporada ainda sofrendo com as lesões que os atrapalharam no final do ano passado.

Roger Federer deverá ser uma das grandes estrelas do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada 2018 do tênis internacional e que irá ocorrer na segunda quinzena do mês de janeiro nas quadras duras e rápidas do Melbourne Park.

No ano passado o jogador foi a grande surpresa do torneio ao conquistar o título na grande final contra Rafael Nadal, outro que também chegou como grande surpresa às quadras australianas no início da temporada.

Para esta temporada o grande objetivo de Roger Federer é conquistar o título pela sexta vez na história, o que o igualaria no topo de maiores campeões com o australiano Roy Emerson, campeão por 6 vezes na era amadora e Novak Djokovic, campeão por seis vezes já na era profissional do tênis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *