Final do Australian Open decide nova líder do ranking da WTA

O Australian Open chega ao final neste sábado em sua versão feminina tendo mais do que o título em disputa na partida entre Naomi Osaka e Petra Kvitova: vale também a liderança do ranking da WTA para uma destas tenistas e a coroação de duas das histórias mais legais do esporte nos últimos tempos.

Para começar, a emocionante história de Petra Kvitova. A tenista tcheca conseguiu por duas vezes o título do torneio de Wimbledon, em 2011 e 2014, mas em ambas as oportunidades passou apenas perto de conseguir a liderança do ranking.

Porém, tudo isso mudou em dezembro de 2016, quando Kvitova estava curtindo suas férias em seu país e foi vítima de um assalto, onde foi ferida gravemente com uma faca na mão esquerda ferindo todos os dedos e dois tendões.

Após ter a sua carreira em risco e de seu retorno ser considerado um milagre ainda em maio de 2017 no torneio de Roland Garros. Kvitova parece estar na melhor fase após o retorno e neste Australian Open não perdeu nenhum set ainda.

Como adversária ela terá pela frente Naomi Osaka, que no ano passado conquistou o título do US Open em uma partida repleta de polêmicas que ficou marcada pela briga de Serena Williams com o árbitro.

Com apenas 21 anos de idade a tenista já se tornou uma verdadeira celebridade no Japão após se tornar a primeira atleta do país a conquistar um título de Grand Slam em toda a história. Vale lembrar, porém, que Osaka é filha de mãe japonesa e pai haitiano, e mora nos Estados Unidos desde muito nova.

Atualmente Naomi Osaka é a número 4 do ranking da WTA, e Petra Kvitova ocupa a sexta colocação, e quem vencer o título do Australian Open neste sábado às 6 horas da manhã pelo horário de Brasília será líder do ranking pela primeira vez em suas carreiras na segunda-feira após a atualização.

Segundo o site de apostas betboo quem leva uma ligeira vantagem neste confronto é Petra Kvitova, com sua vitória pagando o retorno de R$ 1,75 a cada R$ 1 apostado. Uma aposta do mesmo valor no título de Naomi Osaka tem o retorno de R$ 2,05.

Vale lembrar que este é um confronto inédito em toda a carreira das duas tenistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *