Marcus Willis salta 354 posições no ranking e é considerado a maior zebra de Wimbledon

O Inglês Marcus Willis chegou ao torneio de Wimbledon como 775º do mundo. O atleta saiu do torneio pré-classificatório para o classificatório e daí entrou na fase de grupos. Até então, tudo bem. Não satisfeito com a ascensão, Willis venceu seu primeiro jogo, contra Ricardas Berankis, da Lituânia e atual 54º do mundo. Seu segundo jogo foi contra o suíço Roger Federer. A derrota por 3 sets a 0, com parciais de 6-0, 6-3, 6-4, não deve ter ficado tão na memória de Marcus Willis, quanto o lindo Lob que ele fez Federer “aceitar”. O pequeno feito do tenista fez com que ele subisse 354 posições no ranking, alcançado o 418º lugar.

Apesar disso, essa não é a melhor posição alcançada por Marcus Willis no ranking da ATP. Em 2014, ele estava na posição 314 do ranking. A verdade é que o atleta foi considerado a maior zebra dessa edição de Wimbledon. O desempenho nas quadras de Londres fez com que ele repensasse a ideia de se aposentar, já aos 25 anos. Porém, foi convencido pela namorada a tentar mais uma vez.

Ele tem problemas para manter o peso, que atualmente é de 91 kg, por isso, cogitou “ganhar a vida” dando aulas para tenistas amadores. O tenista cancelou momentaneamente a ideia de abandonar as quadras depois de receber um prêmio por desempenho de US$ 68 mil, aproximadamente R$ 220 mil. Antes de Wimbledon, Marcus Willis nunca havia disputado um torneio de elite da ATP.

Em entrevista depois do jogo contra Roger Federer, Willis disse que seu jugar era jogando entre os melhores. Entretanto, mostrou consciência de que precisa melhor muito para “bater de frente” com os gigantes da raquete. Willis sai da quadra comemorando uma de suas grandes façanhas no torneio de Grand Slam. “Agora, posso dizer que já dei um ‘lob’ em Federer”, brincou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *