Organização promete Australian Open com público em 2021

A temporada de 2020 do tênis internacional tem sido atípica por conta da pandemia do novo Coronavírus, e o único torneio de Grand Slam que não foi prejudicado nesse ano foi o Australian Open, realizado em um já distante mês de janeiro onde o vírus era apenas um fantasma vindo de Wuhan na China.

Para 2021 a situação promete ser bastante diferente, e a organização do torneio já começa a se programar para definir como será a sua realização.

A expectativa no momento é que o torneio tenha até mesmo a presença de público na Arena, com o complexo podendo receber no máximo 50% da capacidade total de público. Outras medidas estudadas são uma quarentena obrigatória para atletas estrangeiros ao chegar à Austrália, uma bolha para garantir a saúde dos atletas e testes constantes para a detecção do Coronavírus.

O executivo chefe da Tennis Australia, organizadora do Australian Open, Craig Tilley falou um pouco sobre as medidas em entrevista recente:

– “Tomamos a decisão nesta semana, para acompanhar esse cenário a partir de várias opções. Nós não atingiremos os números que tínhamos no ano passado, um recorde de 821 mil pessoas. O público presente será a princípio de fãs do estado de Victoria, interestaduais, bem como potencialmente neozelandeses, se acabarem as restrições de entrada no país. Mas os 15% que recebemos do “exterior” provavelmente não estarão aqui”.

Além de falar sobre a presença de público, o dirigente também falou sobre como deve se inspirar no US Open e no torneio de Roland Garros, dois torneios que devem acontecer ainda em 2020:

-“ Ambos estão explorando testes obrigatórios, níveis variados de quarentena e comitês limitados. É claro que estamos analisando todas essas opções e muito mais, como parte de nosso planejamento de cenário. Se as condições melhorarem, os torneios correrem bem, e eles tiverem experiências positivas, isso aumentará a confiança dos jogadores e nos ajudará aqui em Melbourne em 2021”.

Vale lembrar que por conta do avanço do vírus em solo norte-americano ainda não é certa a realização do US Open nesse ano, já que até mesmo o ATP de Washington que reabriria a temporada, além de torneios da série Challengers, foram cancelados nos últimos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *