Surpresa Marco Cecchinato está nas semifinais em Roland Garros

A edição de 2018 do torneio de Roland Garros entre os homens já tem diversas histórias que merecem ser contadas, como o excesso de desistências que acabou trazendo até mesmo Lucky Losers para a chave principal do torneio. Porém, entre todas as histórias deste ano nenhuma se destaca mais do que a do italiano Marco Cecchinato, apenas o número 72 do ranking da ATP e que já está nas semifinais do segundo Grand Slam da temporada, se tornando a maior surpresa do torneio neste milênio.

Para quem acompanha o tênis mais de perto sabe que o nome de Marco Cecchinato não é desconhecido no circuito, ainda que não seja por um bom motivo. Afinal antes de conquistar o ATP 250 de Budapeste em abril deste ano o italiano de 25 anos havia ganho apenas cinco dos 34 jogos que havia feito em torneios de primeiro nível.

O nome do italiano ficou famoso ainda em 2016, quando a federação italiana de tênis concluiu que Cecchinato havia em duas oportunidades manipulado resultados de partidas. A primeira delas foi no próprio torneio de Roland Garros em 2015, quando ele passou para um amigo, Riccardo Accardi, informações privilegiadas sobre a forma física de seu parceiro de treino Andreas Seppi, com Accardi apostando e lucrando com a derrota de Seppi para John Isner.

Na segunda vez, ainda mais grave, Marco Cecchinato perdeu propositalmente para o polonês Kamil Majchrzak em um Challenger no Marrocos e com isso novamente favoreceu Accardi em apostas, ficando provado que a derrota foi mesmo proposital pelo fato de que antes mesmo da partida as passagens de volta já estavam compradas.

O italiano foi suspenso por 18 meses e multado em 40 mil euros, tendo posteriormente a punição revista para 12 meses.

Mesmo assim, chegou ao torneio de Roland Garros como um dos azarões e agora já está nas semifinais, após vencer ninguém menos do que Novak Djokovic nas quartas de final por 3 sets a 1, parciais de 6-3, 7-6, 1-6 e 7-6.

Agora, Marco Cechinnato pode se considerar a maior surpresa do milênio a alcançar as semifinais de Roland Garros, sendo o jogador com menor ranking a atingir a fase desde 1999, quando Andrei Medvedev chegou na mesma fase sendo o número 100 do ranking da ATP.

Na ocasião, Medvedev ficou com o vice-campeonato perdendo par André Agassi na grande final. Neste ano, Cecchinato enfrentará Dominic Thiem nas semifinais e independentemente do resultado já garantiu pelo menos o 27º lugar no ranking da ATP após o final do torneio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *