US Open começa com disputa pela liderança do ranking da ATP

Começa nesta segunda-feira nos Estados Unidos a edição de 2018 do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada da ATP. Por mais um ano consecutivo não teremos atletas brasileiros na disputa, e por mais um ano o primeiro lugar do ranking da ATP estará em jogo nas quadras do USTA Billie Jean King National Center no Queens, na cidade de Nova York.

Quem chega como o número 1 do ranking da ATP é Rafael Nadal, que também entra no US Open como detentor do título e portanto defendendo seus 2 mil pontos conquistados no ano passado.

O espanhol tem atualmente quase 3 mil pontos de vantagem para Roger Federer, o segundo colocado do ranking, mas o suíço tem como trunfo ter pouquíssimos pontos à defender em Nova York: apenas 360 por conta da campanha ruim no ano passado quando caiu nas quartas de final perdendo para o argentino Juan Martin Del Potro.

Para tomar o primeiro lugar do ranking de Nadal, Roger Federer precisa encerrar um jejum de títulos no US Open que já dura desde 2008. Além disso, tem que torcer para Nadal cair antes das quartas de final.

Além de Federer entrar em quadra pensando em tomar a liderança de Nadal, também terá que jogar pensando que o seu segundo lugar não está garantido já que se cair na primeira rodada e Juan Martin del Potro ou Alexander Zverev conquistarem o título irão assumir a vice-liderança.

O terceiro lugar do ranking também não está garantido para nenhum dos dois, já que uma grande lista pode terminar a competição nesta posição, somando-se à Del Potro e Zverev nada menos do que sete outros nomes como Kevin Anderson, Novak Djokovic, Marin Cilic, Grigor Dimitrov, Dominic Thiem, David Goffin e John Isner.

Se levarmos em consideração as cotações do site de apostas esportivas betboo quem entra em quadra com a maior vantagem é Novak Djokovic, que neste ano vem recuperando o bom desempenho e chega como atual campeão de Wimbledon.

No site uma aposta no título de Djokovic tem o retorno de R$ 3,40 a cada R$ 1 apostado, contra R$ 3,75 de retorno para Rafael Nadal e R$ 6 de retorno para Roger Federer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *