Coco Gauff está na terceira rodada do US Open

Você consegue dizer onde estava no dia 13 de março de 2004? Provavelmente estudando ou já trabalhando, dependendo de sua idade. Mas a resposta é mais simples para a jovem Cori Gauff, estrela em ascensão do tênis mundial: ela estava nascendo. E hoje com apenas 15 anos de idade a jovem Coco Gauff é uma das maiores atrações da atual edição do US Open, o quarto e último Grand Slam da temporada.

Antes do início do torneio de Wimbledon deste ano provavelmente você ainda não tinha ouvido falar o nome desta jovem promessa do esporte. Afinal, ela ainda fazia apenas a sua estreia em torneios desta importância, tendo como adversária ninguém menos do que a veterana Venus Williams, coincidentemente a sua grande inspiração a entrar no esporte.

A atleta nascida em Atlanta chocou o mundo ao vencer a veterana e mostrou que isso não foi por acaso, chegando até as oitavas de final do torneio vencendo em sequência Magdaléna Rybáriková e Polona Hercog após salvar dois match points da adversária.

Coco foi derrotada apenas nas oitavas de final, a quarta rodada, quando enfrentou Simona Halep que depois viria a conquistar o título do torneio. A jovem entrou em quadra pela primeira vez em Wimbledon abaixo do número 300 do mundo e saiu do Grand Slam como a número 141 do ranking.

Entrou no US Open apenas como convidada da organização e no seu segundo Grand Slam da carreira vem fazendo bonito até aqui.

Coco Gauff já está na terceira rodada do torneio, porém agora terá pela frente o maior desafio de sua recente carreira: a japonesa Naomi Osaka, simplesmente a atual número 1 do ranking da WTA.

O confronto será realizado apenas no próximo sábado, e enquanto isso Coco Gauff pode se orgulhar de quebrar um tabu que já durava desde 1996: desde que Anna Kournikova, russa prodígio do esporte, surgiu nenhuma tenista tão jovem havia chegado na terceira rodada do US Open.

Resta esperar que a carreira de Coco Gauff seja diferente da de Kournikova, que prometia muito no começo mas acabou não sendo aquilo que os fãs esperavam, com o melhor resultado sendo a semifinal do torneio de Wimbledon em 1997.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *